20 de dezembro de 2013

2013 a violência recuou em Caldas Novas

TENENTE CORONEL WESLEY SIQUEIRA BORGES
COMANDANTE DA PM DE CALDAS NOVAS




Alison Maia – Repórter Policial

Desde que assumiu o comando da PM de Caldas Novas em abril de 2013 o Tenente Coronel Wesley Siqueira Borges investiu todo seu tempo em uma modalidade de policiamento que vem surtindo efeitos positivos para segurança pública de Caldas Novas que em 2012 assistiu nas ruas da cidade um verdadeiro banho de sangue patrocinado por guerras de gangues e eliminação de usuários por traficantes. A violência daquele ano deixou a população apavorada e fez com que a rotina dos moradores mudasse. Do mês de abril deste ano até os dias de hoje as ações da polícia militar aumentaram e uma nova modalidade de policiamento ganhou repercussão que é o policiamento comunitário. Durante todo esse período o comando da PM de Caldas Novas promoveu mais de 60 reuniões com todos os seguimentos da sociedade de Caldas Novas. Judiciário, Ministério Público, escolas, Conselho Tutelar, órgãos de proteção à criança e adolescente, órgãos de combate ao consumo de drogas e comunidade em geral. Com isso, o comando da PM conseguiu uma maior aproximação com a população mostrando que sem a participação da comunidade não é possível combater a criminalidade. E deu certo, as denúncias aumentaram, a confiança da população na PM deslanchou e o resultado foi a redução de mais de 50%  nos homicídios, mais de uma centena de armas retiradas das ruas, centenas de foragidos recapturados e a confiança daqueles órgão comprometidos com a segurança da população.


Outro fator que contribui para a significativa redução dos diversos tipos de crime foi o recuo das intervenções politicas, que antes por puro egoísmo e demonstração de poder eliminavam os projetos de segurança em andamento contribuindo para o avanço das mortes e dos diversos tipos de crime. Fato que chegou ao seu ápice no ano de 2012 com a morte de dezenas de jovens que poderiam até ter sido evitadas se os projetos não tivessem sido interrompidos por políticos vaidosos que queria a polícia debaixo dos seus pés, principalmente nas liberações de veículos que virou uma espécie de moeda de troca por votos. Caldas Novas como todas as cidades do Estado de Goiás ainda sofre com os efeitos devastadores das drogas, um caos por falta de gestão politica, que alimenta os crescentes roubos e furtos, e mesmo estando no olho do furacão ainda conseguiu através das estratégias comunitárias nunca antes vista na cidade reduzir de sobremaneira os índices da violência.

A entrevista completa você acompanha assistindo ao vídeo abaixo apresentado pelo seu repórter policial Alison Maia:

Brasil:
Terror e morte em presídio da cidade de São Luiz no Estado do Maranhão;

TRÊS DOS DETENTOS REBELADOS FORAM DECAPITADOS POR MEMBROS
DA MESMA FACÇÃO A QUAL ELES PERTENCIAM


Na última terça-feira (17) uma violenta rebelião estourou no centro de detenção provisória localizado no complexo penitenciário de Pedrinhas, em São Luiz do Maranhão. Segundo informações da Superintendência Geral de Administração Penitenciaria, o motivo da rebelião iniciou-se com confrontos entre membros de uma mesma facção criminosa.

As informações que ainda divergem é que 05 detentos tenham sido assassinados a golpes de faca, onde três deles foram decapitados (foto). A briga iniciou pela disputa de liderança da facção que acabou em banho de sangue e cenas de terror. O Governo do Estado decretou nesta quinta-feira (19) “estado de emergência” e tropas da Força Nacional estão sendo enviadas para tentar conter a onda de violência no presidio. O Ministério Público Federal no Maranhão e a Defensoria Pública da União encaminharam representação ao Procurador Geral da República, Rodrigo Janot para que ele ajuíze junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) um pedido de intervenção federal no sistema carcerário do Estado do Maranhão que fugiu completamente do controle.


No pedido o MPF/DPU denunciam a morte de mais de 38 detentos só em 2013, crimes, incêndios em órgão públicos, rebeliões sangrentas e motins comandados de dentro do presidio. Tudo isso ocasionado pela falta de investimentos e corrupção que desvia milhões naquele Estado. Uma realidade que pode vir a se espalhar em todos os Estado da Federação ocasionada por falta de investimentos, corrupção e desleixo dos governantes nesses setores.

Confira no vídeo abaixo os destaques policiais que marcaram esta semana em Caldas Novas e região, apresentada por mim, seu repórter policial, Alison Maia: 


4 comentários:

  1. Governo de Goiás vergonha nacional, Enquanto no estado do Ceará a RONDA DO QUARTEIRÃO é feita em camionete TOYOTA SW4 em Goiás em moto 150 cc tenha paciência!!!! daqui a pouco vão querer que os PMs passem a usar "ESTILINGUES" como armas ..... http://www.youtube.com/watch?v=ql1rGFWNW8k

    ResponderExcluir
  2. Hein Alisson? A thais apareceu? avisa aê?

    ResponderExcluir
  3. Eu não gosto de falar, mas se o nosso Brasil a cultura fosse somente entre Goiás, São Paulo,
    Minas Gerais e tbm a região do sul do nosso Brasil o país seria outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kkkkkkkkkk è pra rir esse comentario ai ....... sao paulo foi pra cabar ne ..
      Minas onde passa toda droga q chega no goias ..vc deve conhecer muito bem minas pelo jeito .sul do brasil onde os traficantes passam com o q querem pra q os demais estados fiquem maravilhoso como estao ..
      Esses estados citados por vc ai chapa foi pra cabar ..kkkkkkkkk

      Excluir

Comentários ofensivos e que contenham palavras de baixo calão e ameças não serão publicados!